segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Polícias Civil e Militar de Tocantinópolis Buscam Informações que Levem a Prisão de Arrombador de Residências


Com um "Modus Operandis", muito peculiar por conseguir arrombar residências arrancando o miolo das fechaduras, um homem que já fez várias vítimas em Tocantinópolis está sendo procurado pela polícia.

Foto divulgação Polícia Civil de TocantinópolisAinda não se sabe o nome e nem se tem uma foto nítida do arrombador, porém, imagens de câmeras de segurança já flagraram o larápio agindo em algumas residências da cidade, onde, ao que tudo indica, ele consegue informações privilegiadas como, quando não existe pessoas na casa que ele rouba e assim, o bandido consegue arrancar o miolo da fechadura e adentrar na residência roubando o que lhe convém.
O bandido é tão manso, que as imagens mostram ele carregando uma enorme televisão em uma sacola sem nenhum medo da polícia.
Em uma das imagens captadas dá pra se ver o ladrão passando com uma pequena sacola na mão e posteriormente, em apenas 12 minutos, ele passa novamente pelo mesmo local onde a câmera está instalada já com a sacola cheia.
A esperança da polícia é a de que alguma pessoa conheça o larápio através da divulgação das imagens e que ele seja punido pelos prejuízos causados a várias pessoas em Tocantinópolis. Se você conhece ou tem alguma informação que leve a prisão desse elemento entre em contato com a polícia através do 190, ou na Delegacia Regional de Polícia de Tocantinópolis. 
Assista abaixo o vídeo com o arrombador em ação:

Fonte: Redação do Tocnoticias

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Não Sou Bandido. Diz Evangélico de Tocantinópolis Que Acusa PM's de Humilhá-lo Durante Abordagem


José Edson Pereira de Araújo de 37 anos, fez boletim de ocorrência e procurou o Ministério Público relatando que foi humilhado e tratado como bandido quando foi abordada por dois policiais militares.

imagem do site www.tocnoticias.com.brA abordagem aconteceu na Avenida Nossa Senhora de Fátima por volta das 04 horas da manhã quando José Edson que é mais conhecido por amigos e familiares como "Zé Edson", disse que estava, juntamente com outros dois companheiros de serviço, aguardando o ônibus para se deslocar até o trabalho num abatedouro localizado no município de Aguiarnópolis, quando uma viatura chegou no local abordando somente a ele perguntando se ele era o Mike Tyson, se referindo a Édio Pereira de Araújo, meliante com várias passagens pela polícia. "Eles chegaram onde nós estávamos com arma em punho, de modo grosseiro me chamando de vagabundo perguntaram se eu era o Mike Tyson, e eu respondi que não, que Mike Tyson é meu irmão e que ele está preso, mas, mesmo assim me abordaram de forma grosseira, me fizeram uma revista pessoal mandando eu abrir as pernas e me apalpando, sem ao menos pedir meus documentos". Contou Zé Edson bastante triste.
"Me senti humilhado, um cidadão  que nunca teve uma passagem se quer pela polícia, sou evangélico da Igreja Assembleia de Deus Ministério de Anápolis e congrego aqui em Tocantinópolis, e me senti um lixo. Sei que é o trabalho deles mais eles pelo menos poderiam ter pedido os documentos, mais não, preferiram me abordar de forma grosseira pra me humilhar perante os meus companheiros de serviço, fiquei tão desanimado que não fui trabalhar, e agora vou procurar os meus direitos, pois acordo as 03 horas da manhã todos os dias para ir trabalhar, pago meus impostos que é usado para pagar os salários de pessoas que me humilham e isso não é justo". Desabafou José Edson.
Foto divulgação Edson contou que já procurou o Ministério Público para que isso não aconteça mais com nenhum outro trabalhador e que alguma punição seja dada aos policiais que o abordaram, no qual ele disse conhecer apenas de vista.
"Não tenho nada a ver com os crimes cometidos por meu irmão, eu mesmo já denunciei ele em outra ocasião, somos parecidos mais nem tanto, queria que tivessem agido de outra forma que me pedissem os documentos para mim não ter passado por esse constrangimento". Finalizou Zé Edson.
José Edson registrou o Boletim de Ocorrências de nº 69352 E/2016 na data de 22 de Novembro, às 08h46min do mesmo dia da abordagem.

Fonte: Redação do Tocnoticias

Moradores do Povoado Teodósio em Tocantinópolis Ficam Surpresos Durante Chuva com Granizo que Caiu na Localidade


Durante uma chuva que caiu na tarde do ultimo domingo (20), em Tocantinópolis e Região, uma família que mora numa chácara na Zona Rural da cidade, gravou com celular a queda de pequenas pedras de Granizo.

Foto Reprodução WhatsappA chuva inusitada com bastante trovões e relâmpagos caiu durante quase a tarde toda do Domingo (20), e o registro da queda de Granizo aconteceu na Chácara do Irmão Oscar, na localidade conhecida como Teodósio, e foi gravado pela família através de um aparelho celular.
Foto Reprodução WhatsappNo vídeo dá pra ver a alegria das crianças ao ver o gelo cair do céu, e uma delas perguntando se era para comer. Em outro trecho do vídeo uma criança pergunta: "É diamante?".
Esse registro meteorológico não é comum em Tocantinópolis pelo motivo da cidade ficar em uma região muito quente, mais a chuva que caiu no Domingo (20), foi propícia para que a situação acontecesse, já que geralmente para cair granizo a chuva tem que vir como uma tempestade de fortes rajadas de ventos e descargas elétricas de forte intensidade, e a que caiu na região foi desse tipo.
Granizo
Granizo (ou saraiva) é a forma de precipitação que consiste na queda de pedaços irregulares de gelo, comumente chamados de pedras de granizo. Essas pedras, na Terra, são compostas por água no estado sólido e medem entre 5 e 200 mm de diâmetro, sendo as pedras maiores provenientes de tempestades mais severas.
Assista o vídeo gravado pela família logo abaixo:

Fonte: Redação do Tocnoticias

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Em Tocantinópolis: Professores e funcionários da Educação Municipal participam de ato contra a PEC 55



Professores e trabalhadores em educação de Tocantinópolis paralisaram as atividades nesta sexta-feira (11), em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que prevê congelamento dos gastos públicos por 20 anos. O protesto dos educadores aconteceu no Campus da Universidade Federal do Tocantins, e contou com o apoio dos acadêmicos do “Movimento Ocupa UFT”.

O ato foi organizado pelo Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de Tocantinópolis (SINPEEM), onde os trabalhadores em educação se mobilizaram participando de uma palestra sobre os impactos da PEC 55, mediada pelo docente da UFT, prof. Dr. Joedson Brito.

O encontro que reuniu mais de duzentos profissionais, objetivou dizer não ao retrocesso que o governo Temer vem designando em desfavor da educação, prejudicado obviamente, a população brasileira menos favorecida. O ato dos educadores também é contra a MP 746, que modifica o Ensino Médio e pode acarretar prejuízos à educação do Brasil.

Sobre a reforma do ensino médio, ele diz que a proposta exclui as disciplinas filosofia, artes, educação física, sociologia e espanhol.

Segundo Joedson Brito, “a PEC faz um congelamento dos investimentos na área de educação e saúde. As correções são limitadas à inflação. Sendo aprovada, a PEC acarretará em inúmeras consequências para o país, retrocedendo as conquistas obtidas ao longo de anos de lutas”, frisou.

Já a presidente do SINPEEM, Gisele Guimarães disse que a luta é de todos,visto que está associada ao bem coletivo de toda a população. “Resolvemos aderir à paralisação nacional e protestar pela não aprovação da PEC 55. Acredito que agindo juntos podemos obter resultados satisfatórios em benefício da sociedade do país”, destacou.

Durante o dia de paralisação nacional, todas as escolas da rede municipal de Tocantinópolis tiveram suas atividades suspensas.


Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Em Tocantinópolis: Dois Homens São Presos e um Terceiro Está Sendo Acusado Por Furto de Gado.

Fernando Costa e Silva de 22  anos conhecido por "Nandim", e Evânio Farias Leite de 26 anos conhecido pela  alcunha de "Evânio Vaqueiro", foram presos na ultima Quinta Feira (03), por furto de gado numa fazenda nas proximidades da Praia do Nilson.

Foto Reprodução FacebookSegundo informações, na Quarta feira (02), a Polícia Militar havia sido acionada para averiguar a situação de um novilho que havia sido encontrado amarrado próximo de uma grota nos pastos da Fazenda São Joaquim, localizada nas proximidades da Praia do Nilson na Zona Rural de Tocantinópolis. A PM havia sido chamada pelo vaqueiro da propriedade rural que informou ainda que eles já haviam sido vitimas de roubo de bovinos no início do ano e que provavelmente o animal encontrado amarrado seria para o mesmo fim.
De posse das informações a PM montou campana durante toda a noite na tentativa de capturar os indivíduos mas, estes não apareceram naquela noite, e depois da saída dos policiais por volta das 15 horas da Quinta feira (03), o vaqueiro voltou no local onde havia deixado o novilho como se fosse uma armadilha, porém, encontrou somente a cabeça, o couro e as patas, e assim o vaqueiro novamente acionou a Polícia Militar que juntamente com Agentes da Polícia Civil, passaram a realizar diligências, e no final da tarde conseguiram prender três suspeitos de terem cometido o delito.
Na ocasião, foram detidos Evânio Farias, Fernando Costa e um terceiro suspeito de nome Hiago Gomes.
imagem da internetOs três foram encaminhados para a delegacia regional de polícia de Tocantinópolis onde foram apresentados a autoridade policial, no qual durante o depoimento, Evânio Farias Leite de 26 anos, conhecido pela alcunha de "Vaqueiro", confessou ter participado do referido crime, dizendo ainda que estava totalmente arrependido e que iria colaborar com as investigações, contando que por volta das 17 horas foi convidado por Romário Pereira da Silva, vulgo "Gago", para pegarem um gado na Fazenda do "Timóteo", e que por volta das 18 horas foi sozinho na fazenda e laçou o primeiro gado que encontrou na pastagem deixando-o amarrado. Por volta das 21 horas do mesmo dia avisou Romário de que o gado estava no jeito, e que no outro dia pela manhã, Gago lhe chamou para irem juntos matar o animal, mas, Evânio respondeu que não iria pois não gostava de matar gado, e que "Gago", já tinha combinado com Fernando Costa e Silva o "Nandim", pra buscar a carne no Fiat Uno do "Pai" de Fernando, e que por volta das 13 horas, Nandim passou na casa de Evânio e deixou uma parte da carne em dois sacos tipo de arroz, que sua parte era pouca pois seu trabalho era somente laçar o animal, sendo que quem ficou com a maior parte foi Romário. Evânio disse que quando recebeu sua parte, viu dentro do Uno que Nandim andava, a parte de Romário. Vaqueiro citou ainda em seu depoimento que uma quarta pessoa chamado Hiago Gomes Mercaldo foi quem conseguiu os sacos para Fernando mais que Hiago não sabia para que se tratava, e mesmo sendo convidado por eles não quis participar da ação.
Fernando Costa e Silva de 22 anos, mais conhecido como "Nandim", também teve a oportunidade de prestar depoimento perante a autoridade policial, porém, o mesmo usou do seu  direito constitucional ao silêncio e declarou que somente falará perante o Juiz.
Nandim já tem passagem pela polícia quando em Abril de 2015, o mesmo foi detido pela Polícia Militar numa boca de fumo no setor Cidade Alta em Tocantinópolis. Na ocasião foram presos Caio César Horvate Pereira 24 anos, vulgo "Galo Cego", e sua companheira Cláudia Ohana Sousa Cerqueira 27 anos, e Fernando Costa que na ocorrência foi colocado apenas como usuário  que  estava no local para comprar drogas.  Nandim também teve uma motocicleta Honda Pop 100 queimada quando o mesmo deixou a moto na beira rio em Tocantinópolis para ir estudar em Imperatriz (MA), e ao voltar encontrou a motocicleta completamente queimada.
Hiago Gomes Mercaldo também foi encaminhado para a delegacia e para a autoridade policial contou que não era verdadeira a acusação imputada a ele, mais relatou que na Terça feira (1º), Evânio e Romário haviam lhe convidado para furtar uma vaca, mais que ele não aceitou. Continuando seu depoimento Hiago disse que na Quarta Feira (02), Nandim foi até sua casa e pegou alguns sacos de fibra que ele tinha dentro do seu galinheiro mais não lhe explicou o que iria fazer com eles.
imagem do site www.tocnoticias.com.brO quarto acusado Romário Pereira da Silva, vulgo "Gago", não foi encontrado pela policia militar na ocasião da detenção dos outros acusados, mais também será processado pelo mesmo artigos dos outros dois que estão presos.
Romário já tem passagens pela polícia militar, onde sua ultima passagem aconteceu em Julho de 2013, quando Gago agrediu o comerciante conhecido como "Brêu", proprietário de uma adega no setor Alto da Boa Vista II em Tocantinópolis. Na época Romário queria comprar fiado e não foi atendido e assim este agrediu o comerciante com uma pedrada no rosto.
Na ocasião Romário acabou sendo preso, porém, fugiu da delegacia após o descuido de um dos agentes da polícia civil que o liberou da algema  para tomar água e ele aproveitou para empreender fuga não sendo mais encontrado até então.  Neste caso o crime ficou impune.
Tanto Evânio "Vaqueiro", e Fernando Costa o "Nandim", foram encaminhados para a Casa de Prisão Provisória de Tocantinópolis onde ambos vão responder pelos crimes inclusos no Art. 155 § 4º Inciso IV do Decreto Lei 2.848/40 do código penal brasileiro.

Fonte: Redação do Tocnoticias

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Acadêmicos Ocupam Campus da UFT de Tocantinópolis Sem Previsão Para Desocupação. Entenda

Foto Reprodução FacebookOs acadêmicos realizaram uma assembleia e decidiram por ocupar o campus de Tocantinópolis em protesto contra o Governo Temer, Marcelo Miranda, PEC 55 e MP 746, sem previsão de retornos as atividades.

A ocupação iniciou nesta ultima segunda feira (31), e os ocupantes afirmam que não tem data para encerrar. Informações dos organizadores do movimento dão conta de que a ocupação tem o apoio da maioria dos estudantes, porém, na ocupação interna estão participando apenas um grupo de representantes com acadêmicos dos 04 cursos existentes no campus.
Vejam as principais reivindicações na nota emitida pelos ocupantes:
Nota Oficial Ocupa UFT-Campus Tocantinópolis
Foto Reprodução FacebookO movimento Ocupa UFT-Campus Tocantinópolis não reconhece o governo golpista em exercício, tendo em vista que não foi eleito pelo voto direto, caracterizando uma violência à democracia brasileira. Somos absolutamente CONTRA a PEC 55 que congela os gastos públicos de serviços como: Saúde e educação por vinte anos. Nos posicionamos também, CONTRA a MP 746 (Reforma do ensino médio) que retira a obrigatoriedade de disciplinas essenciais para a formação do indivíduo, como: Artes, Educação Física, Filosofia e Sociologia; a PLP 867 (Escola sem partido) que limita a autonomia dos professores em sala de aula e a PLP 257 (Reforma da previdência) que estagna as carreiras do funcionalismo público. Tais medidas precariam instituições públicas, desvalorizam os cidadãos brasileiro e inviabilizam uma educação de qualidade.
Foto Reprodução FacebookEntendemos que essas imposições usurpam direitos constitucionais adquiridos através de lutas de movimentos legítimos, e por acreditar na necessidade desses direitos, ocupamos em forma de protesto.
Apoiamos o impeachment do governador Marcelo Miranda, pela falha na aplicação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), e descumprimento a Lei Orçamentária Anual (LOA), e as reivindicações dos servidores públicos do Tocantins, entre elas, o pagamento da Data Basa\Correção do salário de acordo com a inflação que está atrasado há três anos.
Nos solidarizamos com os companheiro(as) de luta da cidade de Miracema do Tocantins que sofreram repressão policial sendo vítimas de abuso de poder por estarem lutando por seus direitos.
Foto Reprodução Facebook
Reivindicamos a retomada da construção do campus Babaçu, esclarecimentos sobre o processo de implementação dos laboratórios, a aquisição das bibliografias básicas dos cursos existentes no Campus, posicionamento das outras categorias sobre a conjuntura política atual, melhoramentos na moradia estudantil, como por exemplo a instalação de ares-condicionados, que haja uma comunicação mais horizontal entre a reitoria e o campus Tocantinópolis e transporte de qualidade viabilizando melhor acesso a eventos que contribuem para a construção do conhecimento.

Fonte: Redação do Tocnoticias

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Em Tocantinópolis, Rafael Leandro Conhecido como 'Pastel' é Morto a Tiros Dentro de Casa

Crime aconteceu por volta das 21h30min desta ultima Quarta feira (26), na Rua Nova, Setor Vila Matilde na residência da mãe da vítima.
Segundo informações dos próprios familiares, um motociclista chegou na casa de Rafael com uma touca ninja na cabeça, invadiu a residência e desferiu três disparos contra "Pastel" o acertando nas costas, braço direito e do lado esquerdo da barriga quando o mesmo já estava caído no chão.
A mãe da vítima disse que ele foi socorrido imediatamente e estava consciente. Rafael Leandro foi levado para a UPA e de lá, como sempre, foi encaminhado para o Hospital Regional de Araguaína morrendo antes de chegar ao destino.
Rafael Leandro da Silva conhecido pela alcunha de "Pastel",tinha 21 anos e uma extensa ficha criminal por roubos e furtos. O mesmo havia sido preso pela ultima vez no dia 12 de Setembro de 2015 por força de um mandado de prisão preventiva expedida pela comarca de Tocantinópolis. Na ocasião, Pastel havia sido preso pela Força Tática da 5ª CIPM.
Após essa ultima prisão, Rafael saiu da cadeia já em 2016 e não havia sido mais preso, porém, a maioria dos crimes de roubo que aconteciam na cidade tinha o seu nome como primeiro suspeito o que não ficou provado, já que Pastel negava a autoria.
No crime que culminou com a sua morte, a mãe de Pastel relatou que vizinhos já haviam visto um motociclista conversando com seu filho numa esquina, e que logo em seguida o mesmo motoqueiro invadiu a casa dela e atirou em Rafael que só tentou correr mais foi alvejado com um tiro nas costas e caiu. Não satisfeito o assassino efetuou mais dois disparos e saiu deixando cair a touca ninja, abaixando e a pegando novamente, montando na moto e saindo em disparada tomando rumo ignorado. Rafael se tornou a quarta vítima de assassinatos em Tocantinópolis neste ano de 2016.

(Assista no Vídeo Abaixo uma entrevista feita por nossa equipe com Rafael Pastel em 2015)


Num outro tiroteio que aconteceu no Bairro Alto da Boa Vista II em Tocantinópolis, acabou tendo como vítima uma policial militar que está afastada para tratamentos médicos conhecida como Sargento Cristiane. Segundo Informações de testemunhas que estavam no local na hora dos tiros, um meliante conhecido pela alcunha de "Toquim",estava circulando pela praça Cinira Miranda no Setor Alto da Boa Vista II procurando por outro meliante de nome Wesley Gonçalves Miranda conhecido por "Negão da Papaconha", que quando ficou sabendo que Toquim estava a sua procura, pegou uma bicicleta e saiu dizendo para os colegas "Espera aí que vou buscar um negócio praquele desgraçado". Quando Wesley voltou encontrou com Toquim já no centro da praça, e assim Negão não perdeu tempo sacou a arma e disparou seis tiros contra Toquim que escapou ileso, porém, um dos tiros acertou a sargento Cristiane que estava fazendo caminhada ao redar da praça.
Cristiane foi imediatamente socorrida até a UPA e de lá encaminhada para Araguaína, onde se recupera bem, já que a bala não a feriu gravemente e a mesma se recupera bem.
Depois do ocorrido com a Sargento, a PM realizou uma grande operação no Setor Alto da Boa Vista a fim de encontrar os meliantes envolvidos no tiroteio, mas apenas a arma utilizada por Wesley foi encontrada em um quintal por onde o meliante em fuga deixou para trás na ocasião. A Polícia segue a procura do acusado que até o fechamento desta matéria ainda não tinha sido encontrado.

Fonte: Redação do Tocnoticiasdfgsgfgsdgfdgdsgsgs