segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Em Tocantinópolis: Rua Alcides Miranda Está Sendo Recuperada Após Ser Danificada Por Forte Chuva



Após três semanas de trabalho árduo, a grande erosão – causada pelas fortes chuvas do mês de fevereiro – na Rua Alcides Miranda, na Vila Valdenor, foi eliminada. 

Dirceu LenoAs equipes da Secretaria Municipal de Obras, Transportes, Infraestrutura e Agricultura recuperaram as galerias pluviais, fizeram a recomposição do solo e agora fazem novo asfalto na via, que teve parte de sua extensão cortada ao meio.
Simultaneamente foram executados serviços de remoção de destroços acumulados e construção de mais um canal para fluidez da água. O serviço inclui ainda melhorias no sistema de drenagens pluviais para conter erosões semelhantes às provocadas pela chuva no primeiro semestre deste ano.
Para recuperar os estragos e devolver as boas condições de trafegabilidade sobre a via, os servidores inicialmente fizeram manutenção nas galerias danificadas e construíram outra nova, e posteriormente, o solo foi estabilizado. “Reforçamos a base com concreto e pedras, para dar mais resistência, e agora estamos pavimentando com cimento. Foi necessário ainda construir novo meio-fio e recuperar aterros, enfim, um serviço completo. Mas o resultado ficará muito bom”, completou o encarregado de obras, Paulo Sergio Barros.
Dirceu LenoO pavimento de cerca de 140 m² terá que ser refeito por completo. “Fizemos um amplo trabalho para melhorar a fluidez da água do Córrego Lajinha – que causou todo este transtorno – e garantir a durabilidade do pavimento. Não foi possível realizar a obra antes porque estávamos com uma frente de serviço na Beira Rio, mas agora o trabalho está sendo feito e o problema será resolvido”, completou o secretário de Obras, Transportes, Infraestrutura e Agricultura, Salomão Barros, informando que após a conclusão os serviços, a via será liberada para usufruto da população.
O prefeito Paulo Gomes (PSD) destaca que a atual gestão pretende levar infraestrutura a 100% dos bairros de Tocantinópolis.“Nossa meta é recuperar todos os trechos de ruas e avenidas que por ação do tempo ou mesmo das fortes chuvas foram danificadas. Também pretendemos asfaltar em breve, as ruas dos Povoados Folha Grossa e Olho D’água, bem como a Rua das Olarias, melhorando assim, a vida das pessoas”, disse.

Fonte: Dirceu Leno/ Ascom Prefeitura Tocantinópolis

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Em Tocantinópoliis:Secretaria Municipal de Saúde Entrega Balanças Digitais aos Agentes Comunitários de Saúde

O secretário de Saúde, Jair Aguiar, entregou no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, balanças digitais aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), para implementar as ações da saúde da família. 

Dirceu LenoOs equipamentos foram adquiridos com recursos próprios do município e serão utilizadas pelos ACS no acompanhamento do desenvolvimento do peso de crianças, adolescentes e adultos.
A iniciativa contempla 62 agentes comunitários que atuam nas áreas urbana e rural do município. De acordo com o secretário de Saúde, desde o início do ano o Secretaria tem tentado atender as demandas dentro das possibilidades orçamentárias da Prefeitura.
“Os agentes de saúde são os responsáveis e os que estão todos os dias nas Dirceu Lenocasas das pessoas, visitando e acompanhando as famílias. A entrega desses equipamentos faz parte das metas do planejamento da pasta, e tem como objetivo de integrar os trabalhos de verificação de pesagem, atividade presente e contínua nas ações diárias dos agentes comunitários de saúde”, destacou Jair Aguiar
A Saúde em Tocantinópolis tem sido levada a sério e uma das medidas além de equipar os servidores é ampliar as melhorias no trabalho, proporcionado à população mais qualidade no acompanhamento de crianças, idosos, gestantes, hipertensos, diabéticos, que são grupos prioritários no trabalho das equipes, garantindo o direito efetivo à saúde em toda comunidade.

Fonte: Dirceu Leno/ Ascom Prefeitura Tocantinópolis

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Tocantinópolis: PMAE oferta capacitação para as manipuladoras de alimentos do Município



Na manhã da última sexta-feira (30), a Secretaria Municipal da Educação e Cultura, por meio do Programa Municipal de Alimentação Escolar (PMAE), promoveu capacitação para as manipuladoras de alimentos da rede municipal de ensino. Cerca de 20 merendeiras participaram do curso, que foi realizado na Praça Maria Joaquina, na Vila Valdenor.
O curso além de esclarecer dúvidas sobre as práticas na manipulação de alimentação, visando a melhoria e qualidade da merenda escolar, teve como objetivo reunir as manipuladoras para confraternização do final do semestre letivo. A secretária municipal de Educação e Cultura, Cristiane de Oliveira Rosa, e o técnico da Vigilância Sanitária, Joelmir Silva Souza, também estiveram presentes durante o encontro.
De acordo com a coordenadora de Alimentação Escolar, a nutricionista, Luana Amorim, desde o início do ano a equipe do Programa Municipal Alimentação Escolar (PMAE), vem trabalhando intensamente para levar aos alunos da rede municipal uma alimentação adequada visando garantir um bom desempenho dos educandos durante as aulas, e para que isso aconteça de fato, as merendeiras precisam receber anualmente essas capacitações.
“Realizamos a nossa I Capacitação com as manipuladoras de Alimentos do ano de 2017, que veio com uma proposta diferente. Porque além de capacita-las enquanto as boas práticas na manipulação dos alimentos no âmbito escolar, foi um momento de descontração, onde pudemos ouvi-las e também confraternizar essa profissão tão bem vista pelos alunos e pelos demais profissionais da escola, e que é extremamente importante na Alimentação Escolar”, pontuou Luana Amorim.
O curso também agradou às participantes. Para a manipuladora de alimentos do Pré-Escolar Mãe Eduvirgens, Leila Soares, de alguns anos para cá, a qualidade da alimentação melhorou muito. “Antigamente eram servidos muito biscoitos com suco, mas através de sugestões e conforme as capacitações, essa situação tem mudado muito. Quando se tem alguma coisa errada nós conversamos com o PMAE, e conseguimos mudar. E hoje o lanche é bom mesmo”, ressaltou.
Ainda segundo Leila, o acompanhamento da nutricionista é importante, pois as manipuladoras conseguem trabalhar de acordo com as orientações repassadas pela profissional alimentar. “O trabalho da nutricionista é muito importante. Sabemos que as crianças precisam de uma dose certa de nutrientes e calorias. A nossa merenda não é feita de qualquer jeito, trabalhamos em cima de cardápios especificados pelo PMAE, e quem ganha com isso são os alunos. Portanto, essas capacitações são muito importantes e prazerosas, porque além de conhecermos as outras merendeiras, temos a oportunidade de trocar informações”, pontuou.
Na oportunidade, a nutricionista do município, Paula Feitosa, destacou a importância da realização da qualificação. “Cursos como esse são de suma importância, pois o PMAE trabalha diretamente com a montagem, elaboração dos cardápios, e acompanhamento da alimentação escolar das unidades de ensino. Buscando amenizar a quantidade de problemas que temos em relação a distribuição e ao pré-preparo de alimentos, decidimos fazer uma qualificação com as manipuladoras com o objetivo de capacitá-las, esclarecer algumas dúvidas, ouvir as demandas, e também um momento de confraternizarmos com as merendeiras, pois é um público que trabalha tanto e exaustivamente, mas que também merece nossa atenção”, destacou.
Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

Em Tocantinópolis: Fortalecimento da educação municipal é discutida em reunião entre Secretárias do Município e do Estado.


A secretária municipal de Educação e Cultura, Cristiane de Oliveira Rosa, esteve reunida, na noite da última quinta-feira (29), no gabinete da Diretoria Regional de Educação de Tocantinópolis, com a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Wanessa Zavarese Sechim, para tratar de possíveis parcerias de integração entre Município e Estado visando o desenvolvimento da educação do município.
Para Cristiane Oliveira, a estadia de Wanessa Sechim no município biquense foi oportuna. “Não podíamos deixar de aproveitar esse momento que a Secretária está em nossa cidade, para conversarmos e propor alguns acordos para a melhoria da educação do município”, pontuou.
Durante o encontro, foram colocados em pauta dois pontos importantes: o primeiro foi sobre a municipalização do 4º e 5º ano. O segundo, constituiu no pedido de autorização para que a Prefeitura possa fazer leilão dos ônibus doados pelo Estado, utilizados na rota escolar, tendo em vista, que os veículos estão sucateados.
Transferência dos 4º e 5º anos para o Município
“De acordo com o PME, temos uma meta que já era para termos assumido em 2016, todos os alunos até o 5º ano, mas não foi possível. Já protocolamos ofícios, no entanto, não recebemos nada formalizado, se vai acontecer ou não. Esse é um interesse tanto do prefeito Paulo Gomes, como da Secretaria Municipal de Educação”, destacou Cristiane.
Wanessa informou que precisa ouvir primeiramente os gestores para ver como estar a organização da matrícula. “Não sabemos qual a situação em cada município da Regional. Precisamos fazer um estudo, porque em cada município será de uma forma. A orientação enquanto a municipalização do 4º e 5º anos, é de estudar nesse semestre, junto com diretores, secretários municipais e prefeitos como está a matricula no município. Porque a maioria dos municípios não tem estrutura física para acolher essa demanda, por isso a situação de cada município deverá ser estudada”, informou a secretária da Seduc.
Leilão dos ônibus escolares
De acordo com a secretária Cristiane, a frota doada pelo Estado, está sucateada e o gasto com a manutenção é muito alta. Com o dinheiro arrecado no leilão e com contrapartida do transporte escolar, a Prefeitura irá comprar novos ônibus escolares. “Precisamos da autorização para que o Município possa fazer leilão de alguns ônibus do transporte escolar, pois temos algumas frotas que foram doadas pelo Estado já há algum tempo e isso tem feito com que o Município gastasse muito com manutenção”, destacou.
A Seduc disse que irá fazer análise para uma melhor orientação, tendo em vista se tratar de leilão. Ou seja, olhar a instrução normativa que trata disso na Secretaria da Administração.
Formação e capacitação
O fortalecimento da educação, formações continuadas e capacitações para os professores também foram pontos discutidos na reunião. O diretor regional de Educação, Dorismar Carvalho pontou que por se tratar do município sede, a educação precisa despontar e ser referência. “Somos o município sede, precisamos fazer com que esses alunos despontem e melhorem no rendimento escolar. O município é organizado em educação, mas precisa avançar muito quanto ao ensino aprendizado dos alunos”, frisou.
Cristiane Oliveira, secretária da Educação e Cultura, ressaltou que o Município precisa dessa parceria, pois irá fortalecer a formação dos professores e com isso incentivar os alunos a aprender mais.

Fonte/Fotos: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura

terça-feira, 27 de junho de 2017

Em Tocantinópolis: Prefeitura irá Pagar 1ª Parcela do Décimo Terceiro no Início de Julho

A Prefeitura de Tocantinópolis irá efetuar o pagamento da 1ª parcela do décimo terceiro salário dos servidores públicos no próximo dia 10 de julho, juntamente com o salário do mês. O funcionário público municipal que não tiver interesse de antecipar o recebimento da parcela tem até o final deste mês para requerer a recusa.
Num cenário econômico adverso, o pagamento da primeira parcela do 13º que correspondente a 50% do salário vai beneficiar mais de 690 servidores. Acrescido ao salário, quase R$ 1,9 milhão deve ser injetados na economia, especialmente no comércio local.
Para o prefeito isso resulta de um equilíbrio econômico do município. “Graças à forma consciente de lidar com o bem público e a preocupação com a aplicação correta dos recursos, é que estamos conseguindo realizar essa antecipação de pagamento, porque queremos essas pessoas trabalhando felizes para fazer o melhor serviço em qualquer segmento da prefeitura. Além de manter em dia os salários de nossos servidores públicos, a iniciativa visa agregar um incentivo à economia local”, completou o prefeito Paulo Gomes.
Regras
Embora diversas pessoas optem pelo recebimento, os servidores que não quiserem receber o valor integral do 13º salário deverão comunicar a sua rejeita por meio de requerimento no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura, até o dia 30 de junho. A medida foi estabelecida por meio do Decreto nº 013, de 8 de junho de 2017.
Em tempos de crise econômica e orçamento mais apertado, a antecipação da 1ª parcela pode representar um alívio ou uma grana extra para honrar pagamento das despesas extras de início do ano seguinte.
Benefícios
A ideia do benefício é que o trabalhador possa utilizá-lo para incrementar o orçamento, para as viagens e pagamento de despesas de início do ano seguinte, mas é cada vez mais comum o assalariado se valer do recurso para quitar dívidas, pagar as contas ou até mesmo para buscar um rendimento maior para o dinheiro, uma vez que se aguardar para receber somente em dezembro o valor recebido será integral.
Vale sempre lembrar, porém, que ao receber o adiantamento o trabalhador receberá no final do ano um adicional menor para as tradicionais compras de final de ano e, consequentemente, para os pagamentos de despesas de 2017.
Portanto, cabe ao próprio empregado analisar a conveniência da solicitação da antecipação do 13º salário ou não.

Fonte: Dirceu Leno/ Ascom Prefeitura Tocantinópolis

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Em Tocantinópolis: DPE-TO Articula Fortalecimento da Rede de Proteção à Criança e Adolescente

 Serão realizadas oficinas com todos os segmentos de proteção à criança e adolescente no município, além de palestras nas escolas. 

Uma série de oficinas promovem o diálogo com órgãos e instituições que compõe a Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente, articulada pela equipe multidisciplinar da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins, regional de Tocantinópolis. A primeira oficina foi realizada no início de junho com o Conselho Tutelar de Tocantinópolis. No próximo dia 28 será realizada a capacitação com os demais órgãos.

A programação atenderá ao Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Secretarias Municipais de Educação, de Saúde, de Assistência Social – que engloba o CRAS – Centro de Referência e Assistência Social e Creas – Centro de Referência Especializado da Assistência Social.
Com o tema "Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente - Parcerias que Fortalecem", na oficina são trabalhadas temáticas como o cenário atual de violência contra a criança e adolescente, os tipos de maus tratos e violências (abandono, negligência, violência física, violência sexual, bullying, exploração sexual e violência psicológica), o ciclo de violência contra a criança e adolescente e como identificar sinais destas violências e maus tratos.

Os objetivos propostos são: discutir temas importantes com profissionais que trabalham com crianças, adolescentes e familiares; levar informações que facilitem a discussão sobre os principais sinais de violação de direitos; fornecer subsídios que facilitem a identificar sinais de negligência, violência, abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes; levantar dados que auxiliem a tomada de decisões e as medidas cabíveis e necessárias para a proteção das crianças e adolescentes; favorecer a troca de experiência e aprendizado a fim de buscar coibir os abusos, enfrentar as ameaças, proteger os vulneráveis, as testemunhas e, finalmente, responsabilizar, oferecendo serviços psicossociais a autores de violências. Sendo que cada órgão executa as atribuições que lhe são pertinentes; a DPE-TO atua no âmbito da assistência jurídica e conta com o suporte da equipe multidisciplinar com os estudos psicossociais.  

Para a assistente social do Núcleo Regional, Izabel Saboya, a ação é importante dado objetivo e parceiros. “O propósito final é que a rede de proteção contenha todos os segmentos do município responsáveis por zelar pelos direitos da criança e do adolescente, e desta forma caminhe em parceria, já que existe a necessidade destes órgãos estarem articulados”, afirmou Izabel.
A próxima etapa, prevista para o segundo semestre, engloba ações que privilegiam uma cultura de diálogo, convivência pacífica e salutar na família e sociedade, com palestras para os pais e estudantes da rede municipal de ensino. “Essas palestras visam levar mais informações às famílias com o objetivo de desnaturalizar a prática dos vários tipos de violência e maus tratos em que criança e o adolescente são vítimas”, disse o pedagogo do Núcleo Regional, Valdoci Feitosa de Sousa.

Fonte: Defensoria Pública-TO

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Em Tocantinópolis: Prefeitura entrega uniformes aos trabalhadores da limpeza pública

Após entrega dos caminhões coletores e lixo, e na busca de oferecer maior segurança e comodidade no trabalho, e como parte do novo conceito de imagem institucional estabelecido pela administração municipal, a Prefeitura de Tocantinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Coordenação Municipal de Limpeza Pública entregou uniformes novos para garis e demais profissionais da garagem municipal.
O investimento garantiu a compra de camisas manga longa, calças, luvas e botas. As vestimentas caracterizadas nas cores verde e cinza possuem uma faixa refletiva de acordo com as normas de segurança vigente, o que dá mais seguridade aos funcionários que precisam trabalhar durante a noite, bem como conforto a estes trabalhadores que ficam expostos a diversos riscos em seu dia a dia.
A Administração Municipal se destaca quando o quesito é humanização e bem-estar dos servidores. E umas das formas de garantir esse benefício é o reconhecimento do trabalho árduo e essencial que os profissionais da limpeza pública exercem no dia a dia. “Com a entrega dos novos uniformes aos garis e demais servidores que compõem o quadro da limpeza pública municipal, garantiremos maior segurança e humanização a esses profissionais, pois eles são colaboradores essenciais para que tenhamos uma cidade limpa, e sobretudo, saudável”, destacou o prefeito Paulo Gomes.
O coordenador de Limpeza Pública e Meio Ambiente, Emivaldo Aguiar destaca que essa é uma maneira de valorizar o funcionário. “Além de trazer segurança, o uso do uniforme é importante para que nossos servidores estejam caracterizados, pois eles representam a Prefeitura. O prefeito Paulinho está de parabéns pela iniciativa de valorização do funcionário, que a partir de agora irão trabalhar bem e ter orgulho do que fazem”, ressaltou.
Os servidores estão felizes e satisfeitos com a iniciativa da Prefeitura. “Fiquei muito feliz com o uniforme novo. A gente acaba poupando a nossa roupa e é uma forma de estar mais seguro, porque trabalhamos em local que contém lama e poeira. Ao trabalhar no período noturno, com as tarjas refletivas, à noite somos vistos de longe. Essa é uma forma de valorizar os funcionários”, salientou um dos servidores.
Fonte: Dirceu Leno / Ascom Prefeitura